Telescópio James Webb confirma a taxa de expansão do universo

Para determinar a taxa de expansão do Universo, os astrónomos utilizaram uma variedade de métodos que são importantes para compreender a sua idade e trajetória futura.

Inicialmente, os resultados eram suficientemente imprecisos para permitir que múltiplas previsões importantes coexistissem com facilidade.

 

 

Apesar dos avanços na tecnologia telescópica, ainda existem disparidades no que diz respeito ao exame de corpos celestes. Esta questão é agora conhecida como “Tensão de Hubble”, em homenagem à Constante de Hubble, uma representação numérica da conexão entre a velocidade e a distância de objetos celestes remotos.

 

 

A questão em questão intriga astrônomos e cosmólogos há incontáveis ​​anos: qual é a idade do Universo?
Inicialmente, o Telescópio Espacial James Webb (JWST) foi projetado para auxiliar no cálculo da vasta extensão entre galáxias remotas e potencialmente resolver um dilema cósmico.

 

No entanto, a sua utilização diferiu das expectativas, uma vez que alterou dados contraditórios recolhidos por outros telescópios.

 

  • fonte: tecmundo.com
Back To Top