Itaú deixará de prestar serviço de transfer via DOC em 2023

O site do Valor Econômico revela a intenção do Itaú de descontinuar as transferências de negócios por meio do DOC em 2022.

Isso deve ser concretizado no segundo semestre de 2022, quando o Itaú não oferecer mais esse serviço para clientes pessoas físicas.

 

Pois a empresa afirma que a opção DOC está desatualizada, desnecessária e muito cara. Eles acreditam que o Pix oferece o mesmo serviço por um custo menor e fornece acesso 24 horas. Além disso, os bancos estão considerando remover a opção DOC do país.

 

 

Comparado aos sistemas legados, o DOC tem menos transações que o TED e o Pix. A afirmação é de Ivo Mósca, head de caixa e finanças abertas do Itaú.

 

Tanto os clientes individuais quanto os escritórios de advocacia veem essa mudança em 2023. As mudanças devem afetar apenas cada pessoa individualmente.

Até o ano de 2023, as contas empresariais e individuais passarão pelas mesmas mudanças.
As universidades liberam as fontes originais do BC em seu nome.

Não tenho arquivo DOC do Itaú. O Pix precisa de mais atenção dos bancos para oferecer mais comodidade aos seus clientes.

 

A Federação Brasileira de Bancos, também conhecida como Febraban, estuda retirar o DOC de circulação por mais tempo do que o planejado anteriormente. Alguns bancos, como Caixa e Santander, ainda utilizam a opção DOC. Além disso, o Bradesco e o Banco do Brasil ainda oferecem seus aplicativos que utilizam esse recurso.

 

  • fonte: tecmundo.com
Back To Top