DBA: carreira, como começar e principais desafios

No post de hoje, estou escrevendo sobre um tema e tenho visto muitos profissionais buscando orientação em diversos blogs e fóruns, o que pode ajudar muita gente que busca informações sobre a carreira de #Administrador de Banco de Dados (DBA) e quer entender melhor Quais são as expectativas do mercado para competências técnicas, qual é a média salarial, tempo de experiência e principais informações sobre a profissão.

Para aqueles que ainda não sabem direito o que é um DBA e quais são as suas atribuições, sugiro a leitura prévia do artigo Tarefas de um DBA – O que faz um DBA?

Na maioria das empresas, os profissionais têm carreiras em vários níveis: trainee, iniciante, full-time, sênior, master e especialista. Essa classificação é baseada em critérios de experiência populares, e a experiência permitirá que você cresça na maioria das empresas. Discutirei apenas as classificações primárias, completas e avançadas neste artigo, pois são as mais conhecidas e as mais encontradas na busca de emprego. Para especificar as diferenças, fiz uma pesquisa com base nas vagas de emprego oferecidas por diversas empresas no Brasil, tendo como principal fonte de referência o site Catho.

O que faz uma pessoa que trabalha com banco de dados?

Além de ser responsável por entregar dados com integridade e disponibilidade impecáveis, esse profissional de TIC trabalha em harmonia com a equipe de segurança da informação, não com a equipe de desenvolvimento.

É claro que gerenciar e manter um sistema de gerenciamento de banco de dados totalmente estável e seguro para realizar consultas, atualizações e correções no banco de dados, além de lidar com as rotinas de backup da organização é o trabalho que orienta esse profissional.

Quais são as responsabilidades de um projetista de banco de dados e do DBA?

Provavelmente, há uma razão pela qual aqueles que procuram oportunidades nesta carreira encontraram poucas ou nenhuma vaga de nível básico para um trabalho como DBA.

Pense comigo: se você fosse o proprietário de uma empresa ou organização de médio ou grande porte, traria todos os dados dos vários sistemas em execução em sua empresa – financeiro, RH, legado etc. mãos. Começar a trabalhar no campo de banco de dados?

Alguns podem dizer que sim, mas acredite, a maioria das empresas não contrata profissionais juniores com pouca ou nenhuma experiência na área, sabe por quê?

Como os dados e informações confidenciais de uma empresa são o segundo ativo mais valioso e confidencial que ela possui, o papel de um DBA é para as pessoas e profissionais que pertencem à empresa ou organização.

Quanto ganha um DBA?

Por causa das responsabilidades, não é de admirar que os DBAs tenham cheques que seriam a inveja dos executivos de qualquer grande corporação.

Dependendo do nível de atuação da empresa e da capacidade técnica e empresarial do profissional, o salário pode chegar a aproximadamente R$ 12.000,00 (R$ 12.000), dependendo da experiência e grau de formação.

Em média, esses especialistas recebem em torno de R$ 7.200,00 (R$ 7.200).

Mas não se engane, não importa o nível da carreira, nível iniciante, intermediário ou superior, muito estudo, domínio e conhecimento de mercado do SGBD é essencial para conseguir um lugar ao sol.

O que é preciso para se tornar um DBA?

Sabemos o quanto é importante começar humilde em qualquer profissão, e nesta profissão a regra é vista como 110%.

Os estágios oferecidos nesta seção são o principal ponto de entrada para quem deseja se tornar um DBA.

Durante o estágio, você poderá complementar seu conhecimento com o que aprendeu em cursos de graduação e profissionais.

Sabemos que a academia ajuda fornecendo conhecimentos gerais em todas as áreas relevantes para o curso de graduação escolhido, mas em livros, cursos e principalmente certificados, você se tornará um profissional T SHAPE, ou seja, alguém que tem conhecimento principalmente na área técnica, mas escolha um em particular e concentre-se nele.

Além disso, erros famosos são “aceitáveis” nesta fase, considerando que você está lá para aprender e demonstrar seu potencial.

Com o tempo, você poderá ser contratado e passar a atuar como AD – Administrador de Dados e ganhar mais expertise de negócios e processos, sempre alinhado com a tecnologia e domínio do seu SGBD de escolha para se tornar um profissional.

Oracle, SQL Server, DB2, PostgreSQL – a escolha é impossível, é pessoal e todos estarão mais próximos de um ou de outro.

Após esse período de experimentação, aprendizado e trabalho e comprometimento sem fim, você estará pronto para avançar para a posição de DBA e agora poderá ser conhecido como O CARA no banco.

E se eu quiser mudar de área?

Mas Diego e eu nos formamos e não temos estágio. Quer mudar de curso e ir para banco de dados? o que eu faço?

Meu amigo, o melhor caminho para você é a autenticação.

Meu conselho para você: escolha um SGBD para se especializar e obter uma grande certificação nesse campo.

Ao fazer isso, mesmo sem experiência comprovada, você ganhará reconhecimento internacional de grandes empresas da área e, aliado ao aprendizado prático de um SGBD, terá a oportunidade de concorrer a vagas de DBA de nível completo com facilidade.

Desafios

Cabe a você se dedicar para sempre à profissão, ou desistir dela por completo e apagar as luzes na saída.

Brincadeiras à parte, a primeira opção é sempre a melhor.

Não te conheço, mas odeio desistir de qualquer coisa que prometo fazer.

Primeiro, determine se você tem um perfil para esse curso.

Perfil? Sim, perfil.

Mais importante, você precisa estar disposto a trabalhar sob pressão e resolver problemas que vão desde desempenho e criação de relatórios até transformação de banco de dados, manutenção de banco de dados em nuvem e criação de rotinas personalizadas com base nas regras do negócio do seu cliente.

Além disso, tem o desafio fundamental de todo profissional de tecnologia: não pare de aprender.

De certa forma, esse desafio deve existir em muitas indústrias, mas em TIC é constante pela simples razão de que o que é amplamente utilizado hoje, não existirá amanhã.

Portanto, estar constantemente atualizado, de fato, se divertir aprendendo coisas novas o colocará em uma posição de destaque que poucas pessoas que perseveram podem alcançar.

Então lembre-se: pare de ler, ande e ouça, mas nunca pare de aprender!

Back To Top