Cientistas usam peças de Lego para construir uma impressora de pele humana

A Universidade de Cardiff, no Reino Unido, fez um avanço inovador na tecnologia de bioimpressão da pele humana.

Sua inovação envolve uma bioimpressora 3D construída com peças de plástico Lego. Esta invenção impressionante está agora disponível em código aberto a um custo razoável, tornando-a acessível a laboratórios em todo o mundo.

 

 

A noção de bioimpressoras 3D para criar tecido humano sintético existe desde abril de 2021 como uma solução potencial para a escassez de amostras de células. No entanto, apesar de seus benefícios potenciais, o custo dessas impressoras permanece proibitivamente alto.

 

 

De acordo com um artigo publicado no The Conversation, o equipamento estimado em “algumas dezenas, até centenas, de milhares de libras” pela equipe de Cardiff está além do alcance de muitos pesquisadores. Em contraste, o dispositivo Lego pode ser construído por apenas £ 500, conforme relatado por pesquisadores ao site de notícias.

 

  • fonte: tecmundo.com
Back To Top