Cientistas observam planeta comedor de estrelas pela primeira vez

Um estudo recente, conduzido por conceituados cientistas do MIT, Harvard, Caltech e outras instituições, destaca uma descoberta intrigante.

Este estudo envolve a absorção de um planeta por uma estrela, que foi denominada ZTF SLRN-2020. Esta estrela está posicionada na constelação de Aquila, a impressionantes 12.000 anos-luz de distância da Terra.

 

 

Surpreendentemente, em apenas dez dias, o brilho da estrela aumentou para 100 vezes sua intensidade normal antes de desaparecer abruptamente. Os pesquisadores especulam que a luminosidade resultou do consumo de um planeta pela estrela, marcando a primeira ocorrência documentada de tal fenômeno.

 

 

Leia mais: O buraco negro mais próximo da Terra observado por cientistas.
Em maio de 2020, um evento descoberto e estudado por cientistas por mais de um ano para descobrir a causa da explosão. O programa Zwicky Transient Facility (ZTF) utilizado para a primeira observação do fenômeno, com posterior confirmação fornecida pelo WM Keck Observatory no Havaí. O planeta em questão era tão grande quanto Júpiter.

 

 

  • fonte: tecmundo.com
Back To Top