Apple é investigada no Brasil após denúncia do Mercado Livre

O regulador brasileiro Cade abriu recentemente uma investigação antitruste sobre a Apple.

A investigação foi iniciada após denúncia da loja de aplicativos do Mercado Livre, que acusava a empresa de práticas monopolistas e anticoncorrenciais no ecossistema de aplicativos para iOS.

 

O MercadoLibre alega em uma ação judicial que a Apple limita as compras do iPhone das pessoas apenas usando seu método de pagamento. O processo foi aberto em dezembro de 2017 e disse que a Apple implementou essas restrições aos compradores.

 

O sistema da empresa norte-americana impossibilitava o redirecionamento das vendas feitas pela empresa para seu site.

 

A agência Cade observou que a Apple estava sendo investigada pela mesma autoridade que conduzia uma investigação antitruste.

 

Isso foi feito por vários países além do Japão, Indonésia, Coreia do Sul, Reino Unido, União Europeia e Índia.

Vários países acusaram a Apple de comportamento anticompetitivo. Por exemplo, a empresa acusada de comportamento competitivo pela União Europeia.

 

Além disso, o Brasil processou a Epic Games — empresa fundada por Steve Jobs — por se recusar a vender iPhones sem carregadores. Como resultado, eles devem pagar multas relacionadas à conduta competitiva na Europa.

 

  • fonte: tecmundo.com
Back To Top